sábado, 6 de maio de 2017

O efeito "13 Reasons Why"

Depois de ter acabado de ver a série esta semana, e de verificar que está a ser tão falada nas redes sociais e afins, também eu quero, já agora, dar a minha curta e singela opinião.
Nos últimos dias, tem-se falado muito sobre o suicídio na adolescência,  devido ao infame jogo da baleia, mas também por causa desta série que aborda essa temática.
"13 Reasons Why" é basicamente sobre as experiências negativas de uma adolescente na escola secundária. Experiências essas retratadas num testemunho que a própria gravou antes de cometer suicídio.
Há quem aconselhe que os jovens não deviam ver a série, e há quem diga que não há risco nenhum. O risco que aqui é temido, é que muitos jovens que estejam a passar pelas mesmas situações queiram seguir o exemplo da protagonista da série. Mas há quem defenda que os adolescentes devem assistir, pela forma como a série alerta para questões como o bullying, o sexismo e o abuso sexual.
Eu sou da opinião que a série, apesar de não a achar nada de espectacular, deve ser vista sim, para que os adolescentes possam encarar as consequências dos seus actos. Se vai mudar alguma coisa na cabeça desses jovens? Muito pouco. Os bullies vão ser sempre bullies. Crianças com falta de empatia vão ser sempre adolescentes cruéis. Pode talvez, em conjunto com todas as campanhas de prevenção que se têm feito, mudar os pensamentos dos adolescentes bystanders, aqueles que não agem mal, mas também não reagem quando vêem o mal a ser feito. E esses são os que podem fazer toda a diferença. Mas também sou da opinião de que ver a série, pode afectar os jovens que estejam fragilizados psicologicamente, isto porque de uma certa forma, a história romantiza a depressão e o suicídio. Uma ideia completamente errada na nossa sociedade, criada em muito pela literatura, cinema e media, e que a OMS está a tentar combater.
Depois para quem assistiu à série, há outro debate sobre se a protagonista tinha mesmo motivos para se matar ou não. Mas isso é já um assunto muito complexo, e que envolve spoilers.
Mas ao ver a série, a coisa que a mim me causou mais impressão, mesmo!, foi a falta de diálogo dos pais com os seus filhos adolescentes. A sério, que nervos. Conseguem ver que os filhos não estão bem mas contentam-se com respostas curtas e mal dadas, e não assumem nenhum controlo sobre as acções dos filhos, que são ainda menores de idade. E parece-me que esta tónica foi dada à série por algum motivo.

Pronto, e para mim acabaram-se as séries até ao regresso de Orange is The New Black e Game of Thrones.

2 comentários:

Cherry disse...

Ainda não vi a série, mas quando tiver tempo vou ver, para poder dar a minha opinião sobre algo que está a gerar tanta polémica.
Beijinhos,
Cherry
Blog: Life of Cherry

Miguel Gouveia disse...

Pelo menos tens esse cuidado o que já é ótimo. Sem dúvida, o sol só traz bons benefícios :D
Obrigado eu :')

Confesso que sou a pior pessoa para falar de séries embora adore ler boas críticas. O facto de ter o tempo muito corrido e limitado faz com que não me consiga apegar a nenhuma delas :P

NEW WISHLIST POST | BEAUTY News to TRY IMMEDIATELY. :O
InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D