domingo, 30 de outubro de 2011

Halloween is over and it's not even Halloween yet



Foi giro :)
E amanhã que é o dito dia, vamos ter formação e depois vamos para os copos.
Já avisámos o Ove quanto aos seus "jactos"...

Finalmente vou comer sopa!

O meu irmão esteve de visita a Londres há uns tempos antes de eu vir para cá, e há pouco estávamos a falar ao telefone enquanto eu fazia o meu caminho para o Tesco e ele comenta "metade dos supermercados aí são para as sandes e refeições pré-preparadas". E é verdade, acaba por ser um grande estímulo à preguiça de cozinhar. Eu tenho tentado fugir a isso e ao fast-food, mas claro que aqui se acaba por fazer esse tipo de alimentação com alguma com alguma regularidade. Também não tem sido assim tão mau! Tenho tido (quase sempre) legumes e fruta em casa, mas realmente eu já notava que me faltava qualquer coisa... Sopa! Então hoje aproveitei que é domingo e tudo anda muito calmo por aqui (acho que hoje é o primeiro dia que não me apetece sair de casa!) para tratar do caldo. E só este cheirinho... (sim, estou à espera que acabe de cozer), tinha saudades!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Fim-de-semana de Halloween

Vou trabalhar vestida de gato preto! É sempre bom =P
Os adereços foram arranjados à pressão na Poundland que estava uma verdadeira loucura... Gente de todas as idades a tentar arranjar máscaras. Agora isto, para a semana já será o Natal.
Mas eu estou ansiosa é por ver os meus coleguinhas, que fizeram muito mistério à volta da fatiota.
Nota-se que aqui há uma grande tradição à volta do Halloween, e eu não me importo já que em Portugal também sempre tive o hábito de me vestir e fazer coisas parvas ou guardar uma noite para ver um filme de terror com os amigos. Vamos lá ver se dá para fazer o mesmo aqui!

Buh!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Eu só não adivinho o Euromilhões!

Trouble in paradise... ou quase.
Pois que cá em casa somos sete pessoas a viver, algo recente, desde que as duas australianas (que são também as pessoas mais barulhentas e desleixadas da casa) se mudaram para cá, há cerca de duas semanas. Como somos sete pessoas, temos um schedule de limpezas que tem tudo para funcionar bem. A casa é limpa sete vezes por mês, o que dá uma média de limpeza feita de quatro em quatro dias, o que é muito bom, até porque apesar de sermos sete, a maioria não passa muito tempo em casa e acaba por não sujar muito. Tirando as australianas, lá está, que uma delas está sempre em casa, e passam o tempo na cozinha a fazer comida e a comer (o que também explica o porte de ambas). Sou tão querida. Pois que bem, estas duas, como boas australianas que são, é tudo muito boa onda e easy-going e tal, mas sabem qual é o problema com as pessoas "cool", não sabem? Só pensam nelas e não respeitam o espaço dos outros e as responsabilidades que têm para com o grupo/casa.
Como eu dizia, a nossa rotina de limpezas tinha tudo para funcionar bem caso fosse respeitada. Temos um calendário na cozinha onde se assentam os nossos nomes no respectivo dia da limpeza e quando acabamos é só escrever OK em frente ao nome. Pois que apareceram uns OK's em frente aos nomes das australianas sem elas terem limpo nada. Há pouco estava na wc cá de cima, que está um verdadeiro nojo, e pensava para mim "isto vai dar merda, vai, vai". Voltei para o quarto, e passado cinco minutos estava o Yamen (que não é senhorio, mas é o responsável pela casa) a bater à porta e a chamar-nos para uma reunião na cozinha. Lá fomos então... e adivinhem o propósito da reunião? Falar com as australianas sobre o facto de elas não terem limpo nada. Uma delas ainda teve a maior lata do mundo de se pôr a dizer que tinha limpo tudo, a cozinha, as casas-de-banho, etc... "I mopped all the house, I cleaned the fucking kitchen" dizia ela. Acho que nós nem estávamos a acreditar no que ouvíamos. Eu pelo menos estava parva, e embora o Yamen quisesse a nossa ajuda e nos estivesse a puxar para dizer coisas, nós preferimos manter-nos caladas que vai daí, não sabemos o que temos debaixo do mesmo tecto e a mesma que estava a mentir, também já se estava a exaltar. "It was just a misunderstanding", ainda disse eu a tentar aliviar a tensão, mas não houve jeito, que a coisa ficou mesmo esquisita e ela saiu logo para o terraço a fumar um cigarro.
Vamos lá ver como vão ficar as coisas agora. É que já estou a imaginar, se elas se põem a limpar contrariadas... mas bom, a outra até reagiu bem à situação e (também para aliviar o ambiente) convidou-nos para ir com elas até ao Ministry of Sound na sexta-feira, e também para um convívio no aniversário dela.
Agora, eu tinha qualquer outra coisa para acrescentar e acabar este post mas já não me lembro! =D

Oh Gattusinho...


Gattuso suffered a paralysis of the seventh cranial nerve following a collision with team-mate Alessandro Nesta that has left the 33-year-old without sight in his left eye.


Eu não me importo de levar artigos com defeito p'ra casa!


domingo, 23 de outubro de 2011

"Muda as moscas...."*

Quando estava a trabalhar na rádio em Portugal, um dos assuntos predilectos para conversas entre mim e os meus colegas eram as asneiras... Essas tão ricas palavras do vocabulário português, umas oficiais, outras nem por isso. Ora ontem foi sábado, dia da estupidez em conjunto a seguir ao trabalho... Enquanto bebíamos umas Stellas andávamos a ensinar uns aos outros as maiores "bad words" da nossa língua nativa e a discutir quais as que tinham maior potencialidade obscena. Não pude deixar de pensar... Diferente país, diferente trabalho, diferentes pessoas, diferentes nacionalidades, a mesma conversa.


*como é que era mesmo este ditado?

Me loves Picca!


Passar por Piccadilly antes de ir para o trabalho é uma chatice. Há sempre algo que nos distrai...


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

The Tuga's Club

Ainda aqui tenho que contar que desde que cheguei a Londres, conheci mais dois portugueses, com quem já convivo habitualmente, quiçá futuras amizades, pelo menos essa é a nossa vontade. E nós até somos pessoas fixes. O F. entrou uma noite no meu bar, olhou para mim, achou que eu lhe era familiar e veio-me perguntar de onde eu era "oh really? me too!", e pronto foi assim. Ele já está cá há alguns anos e até tem um grupinho de tugas que se vai juntando sempre. A B. conheci durante a formação, e apesar de estar cá há cinco anos, ainda não tinha conhecido nenhum português! Agora já conheceu quatro só de uma rajada! hahah (cuidado com o que desejas). Aproveitámos terça-feira, em que eu e a B. tínhamos folga, para ir jantar fora e pôr a conversa em dia. Como já é de costume nosso (que era só meu, do Silverboy e da Selena mas agora já transmitimos o vício), ficamos sempre a fechar os sítios todos, ou seja, têm sempre que nos mandar embora... Desta vez fomos ao japonês Wagamama de Convent Garden. Entrámos por volta das 20h e tiveram que nos mandar embora às 23h30... Mas até foram simpáticos. E o sítio é giro, parece uma cantina da escola. O jantar foi todo na risada, o que me soube mesmo bem, que a digestão até se faz melhor.
É bom chegarmos a outro país e conhecermos pessoas igualmente parvas e que compreendam a nossa parvoíce. :)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Things got pretty wild on saturday!

Os sábados lá no bar são os dias de alguma confraternização(bebedeira) pós-laboral. Neste último depois de termos despachado, limpado e organizado tudo, sentámo-nos num círculo com algumas bebidas no meio e começámos a aparvalhar. O manager, que parece obcecado em nos alcoolizar, deu de inventar um jogo (que por acaso tanto me fez lembrar quando jogávamos ao "buzz" na universidade) desses de beber 'penaltis' quando se falha chamado "Zip Zap Boing". Claro que os nossos cérebros, àquelas horas já estavam mais para lá que p'ra cá, uns mais do que outros e alguns de nós (not me, not me) começaram a ficar seriamente embriegados. O Sanny, o perito em vender Jagermeister, já nos revelava os seus mais valiosos segredos comerciais. O Alexis insistia em imitar a "sexy voice" que diz as paragens nos buses. O Shaddo já não se lembrava onde morava. E o Ove caiu para o lado no sofá e já ninguém o conseguia acordar. Entretanto fomos até à rua aparvalhar mais um bocado e quando voltámos para dentro e nos sentámos, veio o melhor momento (ou não). Basicamente, para verem a coisa da minha perspectiva, eu estava a ouvir o Alexis com a sua conversa de bêbedo a queixar-se da dj e daquela música da "gente está muy loca" pela qual eu também nutro um grande ódio btw, quando vejo toda a gente a pôr-se de pé em cima dos sofás, e eu a pensar "WTF?!" (lá está, como na música), e quando olho para ver o que estava a acontecer... Era o Ove, que estava deitado (a dormir) com o seu 'instrumento' de fora a urinar praticamente para cima de nós. Valeu que os outros tiveram bons reflexos e eu estava na outra ponta. Bem, nos chorávamos de riso, mas ao mesmo tempo estávamos enojados e incrédulos. Como é que alguém faz aquilo a dormir?
Eu já vi muitas cenas caricatas (muitas delas na universidade, óbvio :P) e ainda o outro dia, com a Selene e o Silverboy relembrei muitos desses momentos, mas uma destas nunca tinha visto.
E já estou como a Anna, "I don't want him to touch me again!!".

E pronto, desculpem caros leitores, eu sei que é uma daquelas situações que é dispensável de partilhar mas como ainda me rio que nem uma parva com a cena, tinha que fazer um post.

Já agora, apanhar o primeiro metro do domingo de manhã foi deveras uma experiência interessante. Um pardieiro de ressacas.

E declaro aqui o meu amor à Selene, que (qual mãe galinha), quando cheguei a casa estava esbaforida de preocupação comigo por não saber onde andava. Tenho quem cuide de mim :) Por isso estou à vontade para me encharcar no próximo sábado hahaha.

Vá, eu até sou uma pessoa responsável.

sábado, 15 de outubro de 2011

-------------> 1


Primeiro mês. Bem, como passou a correr, e ao mesmo tempo parece que tanta coisa aconteceu!


edit: e haverá melhor maneira de celebrar o 1ºmês do que queimar o almoço e acordar os flatmates com o alarme de incêndio? foi tudo pensado! xD

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Tanta roupa para passar a ferro...

Ontem trocámos o pub pelo Burguer King de Leicester Square e tivémos direito a a uma sessão de piadas sem piada de dois irlandeses (embriagados, não, isto não é estereótipo) que por ali andavam. Mas ainda deu para rir um bocado :) Gostei principalmente quando um deles disse que já tinha estado num sítio perto do Porto, chamado Albufeira. Ficámos até mais tarde e voltámos de bus para casa. Coisa que eu não me importo nada já que adoro o percurso de Piccadilly até minha casa hehe. Fazer o caminho de Hyde Park Corner, passar pelo Harrods, o Ritz, pelo V&A em South Kensington, por Chelsea com vista para Stamford Bridge, por Fulham Broadway... {Priceless.}

Entretanto, algo aconteceu que vai fazer com que a minha vida nunca mais seja a mesma...

Ter vindo viver para Londres? nah nada disso. Criei o meu primeiro Loldogs!!




E lá se foi a privacidade do Pongo! (ele não se chateia, mas pelo sim pelo não, é melhor aproveitar agora que estou longe daquelas mandíbulas)

domingo, 9 de outubro de 2011

Folguinha boa!

Hoje os tugas vão ao pub! [Over]




(a primeira semana de trabalho correu, diga-se de passagem, muito bem e ouvir comentários como "you rock" e "I just think you're brilliant" são coisas para deixar uma pessoa para lá de inchada. Não me convém muito que tenho que caber no metro)

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Três semanas de Londres (ok, depois desta começo só a contar por meses)


Há três semanas, precisamente por volta desta hora, 13h30, estávamos eu e a Selene a aterrar em solo britânico. Vou guardar sempre na memória que a primeira coisa que vi foi o avião dos Iron Maiden :)

Depois das peripécias iniciais, como entrar no comboio errado, ter que pagar um bilhete a mais, desatinar com as moedas, chegámos à estação de London Bridge onde nos esperavam os braços abertos do Silverboy. Desde aí até hoje tem sido uma roda viva, com muita adrenalina à mistura. Já conheci pessoas que sei que não vou voltar a ver. Pessoas que não me interessa conhecer melhor. E algumas que sinto que se vão tornar mais que conhecidas.
Por aqui, a Selene, o Silverboy e eu temos sido como uma pequena família (como aliás já éramos desde a universidade) e temos aproveitado sempre que podemos para estar juntos. Muitas vezes penso, como sem eles, não seria a mesma coisa. E na quantidade enormíssima de coisas e parvidades que quero fazer com eles por estas bandas...

Três semanas de Londres. Segundo dia de trabalho. Vamos lá que há muito que fazer! :D


Ser tuguês também é...

Gozar com as miúdas que choraram a morte do Angélico Vieira, e pôr uma foto de perfil do Steve Jobs no Facebook, com comentários como "Ai ai morreu o pai do meu iPhone :("

Comentávamos isto eu e a Selene de manhã...

Eu sei que uma coisa é sal e outra é azeite, but the point is, cada um chora a morte de quem sente. Não porque "mete estilo". Já dizia o Sting "be yourself no matter what they say".

sábado, 1 de outubro de 2011

So this is what they call the indian summer

Dia super quente em Londres está a ser passado em casa a fazer as limpezas. Mas não me queixo que depois desta semana estava a precisar de um dia mais relaxado. Logo à noite já nos vamos pôr "ao fresco". Woo hoo!
Ontem foi um dia espectacular que acabou da melhor maneira. Quanto prazer se pode tirar de ir comer um McFlurry de 99p em frente ao Tamisa. E ver tanta gente a passar de calções e t-shirt na rua :). E no regresso a casa ainda tivémos direito a assistir a uma bela cat fight. {enfim} As meninas de Kensington com os seus mini-vestidos e mega-saltos aos berros e a esparramarem-se no chão... Nós fugimos foi logo dali que ainda se viravam para nós... hahaha. Estas inglesas não podem beber.



A propósito de álcool...

Things that may help you to get a job. Don't ask.